Links: Mobile Menu v1

Idiomas

Igreja de Santa Marta - Reforço estrutural - Lisboa, Portugal

Reforço estático para reabilitação estrutural (método via húmida)

O mosteiro de Santa Marta, Mosteiro das religiosas Franciscanas Clarissas, foi fundado em 1612 no local onde existiu um antigo recolhimento de pobres, datado de 1583. Do edifício que foi adaptado às novas funções conventuais sobressai no seu conjunto o claustro, sendo este constituído por seis arcos de volta perfeita. A abóbada central é constituída por alvenaria de tijolo cerâmico argamassado com ligante de cal, e apresenta uma espessura na ordem dos 28 cm, um vão de 10 m, descarregando sobre paredes de alvenaria de pedra irregular. Com base num estudo realizado por um empresa da especialidade, foi analisado o estado de conservação estrutural da abóbada, uma vez que apresentava fendas longitudinais e deformações importantes, quer na parte central quer nos apoios. Considerou-se que a generalidade das fendas tinham origem essencialmente na deformação excessiva, estimando-se que o abatimento da abobada a meio vão tenha atingido os 11cm. Conclui-se também que o abatimento da abobada estaria relacionado com os desvios das paredes de suporte que, em alguns casos, teriam 10 cm. Tomando como critérios a intrusividade e custos das soluções estudadas, optou-se por uma solução de reforço com malhas de fibra de carbono S&P ARMO-mesh®- L500, integrada numa matriz de ligante à base de cal , oa argamassa S&P ARMO-mur®, ancorada mecanicamente com conectores, capaz de resistir aos momento fletores atuantes através de uma biela de tração/compressão. O estudo do reforço foi elaborado com a colaboração da Civitest, tendo em conta os pressupostos da análise previa e das sondagens, tendo dado origem á solução preconizada,  a aplicação da solução de reforço com malha  no intradorso e extradorso da abóbada conectada com ancoragens mecânicas.  A obra foi realizada pela empresa Monumenta.

País 

Portugal

Data 

2015

Duração 

2 meses

Situação 

Constatou-se que a abobada da nave principal no seu estado de deformação  apresentava condições de segurança bastante inferiores a que teria na sua geometria original com secções parcialmente descomprimidas , causando fissuras  aparentes e consequente aumento de tensões de compressão e trações.

Solução 

Rapidez de execução , facilidade de instalação, compativel com materiais tradicionais de construção, redução de custos  e pouco intrusivo .

S&P ARMO-mur® e S&P ARMO-mesh® 

Productos innovadores con diversos ensayos de rendimiento.

Material 

350 m2 de S&P ARMO-mesh® -L500

14 000 Kg de  S&P ARMO-mur®

Vista geral da aboboda com injetores
Pormenor da malha aplicada
Vista geral da obra acabada
Vista geral da obra acabada
Vista geral da obra acabada
Representação esquematica da obra

Contacto

Região

S&P